quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Vegetarianismo


  Bom, como eu comentei com vocês no post anterior, eu aderi recentemente esse estilo de alimentação. Eu não consumo mais qualquer tipo de carne, e futuramente pretendo cortar qualquer tipo de alimento de origem animal (ovo, leite, etc.) do meu cardápio. Enfim, existem tipos de vegetarianos, no qual vou mostrar alguns (mais comuns) a vocês:

-Vegetariano: o vegetarianismo inclui o veganismo e define-se como a prática de não comer carne (aves, peixe, ovelha etc.) nem seus subprodutos (bacon, salsicha, presunto etc.), com ou sem uso de laticínios e ovos. O vegetariano não come nada que implique em tirar a vida de um animal. 

-Ovo-lacto-vegetariano: não consome nenhum tipo de carne, mas inclui ovos e leite (e derivados, como queijo, iogurte etc.) em sua alimentação. Esta é a forma mais "popular" de vegetarianismo. 

-Lacto-vegetariano: não consome nenhum tipo de carne, mas inclui leite e derivados do leite (laticínios).

-Vegano:  os veganos excluem de sua alimentação todos os produtos de origem animal.  Além de carnes, peixes, aves, laticínios (leite, manteiga, queijo, iogurte etc.), excluem ovos, mel, gelatina etc. Os veganos evitam o uso de couro, lã, seda e de outros produtos menos óbvios de origem animal, como óleos e secreções presentes em sabonetes, xampus, cosméticos, detergentes, perfumes, filmes etc. 

IMPORTANTE SABER:
- É mais fácil manter a linha seguindo uma dieta vegetariana!
Uma pessoa que tenha uma alimentação vegetariana, especialmente se for vegana, ingere, em princípio, menos gorduras e alimentos menos calóricos e de mais fácil digestão do que uma pessoa não-vegetariana. É claro que também é possível ser-se vegetariano e ter excesso de peso, se se tiver uma alimentação incorrecta e hiper-calórica, mas é um facto que os vegetarianos, especialmente os veganos, dificilmente sofrerão de obesidade e é improvável que tenham problemas sérios de excesso de peso. Numa altura em que a obesidade se tornou uma epidemia e começa a ser um problema de saúde cada vez maior também na sociedade portuguesa, o vegetarianismo apresenta-se como um bom meio de prevenção da obesidade.

 *Enfim, vale comentar que não é fácil começar esse novo estilo de alimentação, principalmente porque desde crianças fomos acostumados a enjerir carne e derivados. E também é importante ressaltar a necessidade de substituição da carne por outros alimentos. Mais é algo (no meu caso) que me faz me sentir bem comigo mesma, eu amo os animais, e quero por isso mais presente em minha vida, não para mostrar aos outros, mais a mim mesma.

PENSE BEM! Que tal aderir ao vegetarianismo?! Proteger o animais, e não come-los; Evitar doenças e proporcionar uma vida mais saudável; Emagrecer e manter o peso com saúde!

Nenhum comentário:

Postar um comentário